Venda_Mais

Como fazer uma Black Friday de sucesso na pandemia

A Black Friday está cada vez mais se tornado um evento de sucesso em vendas para pequenos comércios. No entanto, empreendedores precisam adotar novas práticas para garantir as vendas nessa data em tempos de pandemia.

A pesquisa da TracyLocke Brasil e Behup selecionou 10 segmentos mais procurados neste ano:

  • roupas, sapatos e acessórios (44%);
  • eletrodomésticos (41%);
  • informática e eletrônicos (40%);
  • smartphones e telefones celulares (39%);
  • utilidades domésticas e itens para casa (35%);
  • presentes de Natal (26%);
  • móveis (24%);
  • perfumes e cosméticos (24%);
  • itens de decoração (18%);
  • viagem (18%)


Mesmo com o crescimento do interesse em e-commerces, os consumidores continuam tendo os mesmos comportamentos, são eles:

  1. O comprador mais consciente, que só pretende gastar com necessidades;
  2. O comprador que está aberto para experimentar, e compra para suprir vazios causados pela quarentena;
  3. O comprador planejado, que compra por entretenimento, porém, sempre fazendo pesquisas.


E independente de qual perfil se encaixam, todos têm o receio da compra não ser segura ou do produto não ser o esperado. Por isso é importante uma organização prévia de seus recursos e ferramentas, para que haja um aproveitamento considerável de suas vendas.

Venda mais na Black Friday

Organize seus produtos, ofereça descontos, divulgue o seu negócio, acompanhe seus lucros e fidelize seus clientes. Aproveite a Black Friday.

Baixe grátis

Organize seu estoque

  • Verifique com cuidado o custo x preço de seus produtos para que os descontos sejam interessantes para os consumidores e seu lucro seja considerável.
  • Não fique sem estoque enquanto ainda há oportunidade de vendas. Se tiver estatísticas de Black Fridays anteriores, as use como referência.
  • Considere a possibilidade de perdas ou cancelamentos pois seus clientes podem mudar de ideia, caso encontrem promoções mais interessantes.

Crie uma estratégia de vendas online

O isolamento social e a ameaça de contágio em locais com um número grande de pessoas fizeram com que o consumidor procurasse plataformas online para fazer suas compras, gerando assim um aumento de 40% no acesso à lojas virtuais.

Além das lojas online, redes sociais como WhatsApp, Facebook e Instagram têm se tornando um canal de vendas cada vez mais atraente para os pequenos comércios. Isso se dá por conta do seu baixo custo de implementação e por permitirem um contato mais próximo de divulgação e atendimento ao cliente.

  • Tire fotos de qualidade dos seus produtos.
  • Capriche nas descrições para exaltar não só as características dos itens, mas também seus benefícios.
  • Atualize seus perfis nas redes sociais e certifique-se de que as informações para contato, entrega ou retirada estão corretas.
  • Crie peças de conteúdo simples, mas que sejam específicas para cada rede e público. Você pode até utilizar o nosso pack de stories para Instagram como inspiração.
  • Crie um catálogo online ou loja virtual. Catálogos online são a forma mais fácil de começar a vender pela Internet. É possível criar um gratuitamente com o Kyte e começar a divulgá-lo e receber pedidos em poucos minutos.


Divulgue com qualidade

  • Os consumidores são bombardeados com promoções e as suas devem ser mais interessantes e atrativas. 
  • Crie um calendário ou cronograma de entrega de conteúdos e use plataformas conhecidas, e até gratuitas como o Facebook, Instagram e o próprio WhatsApp para fazer suas divulgações.
  • Personalize seus textos, aproveite o histórico de compras de seus clientes para oferecer exatamente o que estão buscando. 


Ofereça a opção de pré-venda

  • Muitos dos consumidores fazendo compras online não são conhecedores ou usuários ávidos de internet, um pré-venda pode garantir que não perderão oportunidades e criará uma interação memorável com o seu negócio.
  • Ele facilita sua organização com relação ao controle de estoque e entrega.
  • Considere descontos exponenciais e entregas gratuitas para vender com qualidade e em quantidade.


Atenda com rapidez e cortesia

  • Tenha uma equipe treinada e processos bem definidos para não perder tempo.
  • Organize suas entregas e retiradas para não gerar frustração no pós-vendas.
  • Ofereça cashback para fidelizar os consumidores de oportunidade.


Assegure seus clientes de que não está praticando o “Black Fraude” deixando disponível o preço anterior junto ao promocional, imagens reais e tratadas o mínimo possível, descrições detalhadas do que está sendo vendido e relatos ou comentários de consumidores que já usaram seu produto.


Organize-se para vender localmente pois a pandemia gerou um maior reconhecimento de pequenos negócios e produtores locais, melhorando assim o mercado para quem concorria com as grandes marcas.


Obstáculos e dificuldades podem surgir durante a Black Friday, mesmo tendo uma boa organização vale a pena ficar de olho em promoções muito complexas ou com muitas regras, comunicação falha e pouco clara, benefícios poucos atrativos ou descontos pequenos demais.

Venda mais na Black Friday

Quero baixar o app
Para pequenos negócios e vendedores.
APRENDA MAIS